sexta-feira, 10 de Abril de 2009

Garota de Programa

Meu marido trabalha em uma grande empresa multinacional e me comentou que um representante Comercial do Paraná vinha visitar Porto Alegre e que teríamos que recebe-lo de maneira muito especial, pois quando ele havia ido ao Paraná este rapaz, que vou chamar de Alfredo, o tratou muito bem, levando-o a diversos locais inclusive de sacanagens e no final da noite inclusive arranjou uma amiga para que ele não dormisse sozinho no hotel.
Começamos a conversar sobre o que fazer para agrada-lo, que sabe uma janta? ... Leva-lo a restaurante típico? A pontos turísticos? A boates? ... etc...
Aí meu marido comentou que ele iria adorar mesmo seria me receber de presente para passar a noite...
Levamos aquilo na brincadeira, mas a frase não saiu de minha cabeça... comentei com ele que poderia ser uma boa idéia e que poderíamos arrumar uma maneira de fazer sem dar bandeira...
E perguntei se fizéssemos como poderíamos fazer...
Meu marido disse que estivera brincando, mas que poderíamos arrumar um jeito...
Combinamos então que ele traria seu amigo para tomar uns drinques e aperitivos em nossa casa. Que diria que eu estava viajando para outro estado e conforme já fora combinado entre eles, trariam uma garota de programa para passar a noite com os dois...
Lógico que a garota de programa que iria aparecer era eu. No dia marcado fui para casa de uma amiga nossa e fiquei esperando a ligação...
Por volta das 21:00 hs recebi o telefonema e me dirigi para nosso apartamento... estacionei o carro na garagem e subi com todo cuidado, procurando não chamar a atenção dos vizinhos pois estava vestida como uma verdadeira piranha. Estava vestindo uma mini saia de brim completamente aberta na frente, uma mini-blusa curta que mal tapava meus seios e uma mini tanga e cinta liga preta por baixo.
Bati a porta e meu marido atendeu gentilmente se apresentando e me perguntando se eu era a garota de programa que estava esperando. Ao responder afirmativamente me convidou para entrar, sentamos e começamos a conversar e tomar uns drinques. Sou meio fraca para bebidas e quando bebo umas a mais fico completamente alucinada, saio completamente do ar... fico tão maluquinha que quero dar até para a garrafa... topo qualquer coisa...
E nessa hora já havia tomado umas três dozes de uísque e já estava mais do que assanhada. Sentei no sofá em frente aos dois e comecei a abrir as pernas mostrando a tanguinha enterrada na minha chaninha... Aproveitei para deixar a saia subir ainda mais um pouco... Mostrando tudo que eles imaginavam e o que não imaginavam ver.
Os dois vieram e sentaram um em cada lado no sofá e começaram a me alisar as coxas e passar a mão nos meus seios... o Alfredo me beijava... Meu marido tirou meios seios para fora e chupou... o outro aproveitou e colocou o outro seio na boca, enquanto me passava a mão na chana que já estava totalmente alagada...
Eu comecei a agarrar um... a alisar o outro... sentei no colo do meu marido... Tirei o pau do Alfredo para fora e comecei a chupar... Ele começou a ficar alucinado, pois eu passava a língua pela cabeça... Fazia voltinhas na glande... Enterrava tudo na garganta, até encostar na raiz do saco... Aí ia tirando aos poucos, lentamente da boca até colocar tudo para fora ... quando recomeçava a enfiar até o cabo... Quando sentia que ia gozar parava... Como estava tocando uma musica levantei e comecei a dançar para eles... Dancei um samba rebolando bem meu rabo e me esfregando neles... Comecei a fazer um strip... tirei a blusa ficando de seios de fora... me esfregava na cara deles... Tirei a saia... ficando só de calcinha e cinta liga... sentava no colo de um... no colo do outro...
Chupava um e outro alternadamente ... enfiei os dois paus na boca... Fiquei curvada chupando o pau do Alfredo e meu marido puxou minha calcinha para o lado e passou a língua na minha chana... lambeu chupou... passou e enterrou a língua no meu cú... enfiou um dedo... Tirou minha tanguinha... substituiu as mãos pela pica... eu comecei a rebolar... O Alfredo me puxou para o colo dele e enterrou a pica numa só estocada... Eu rebolava como uma putinha enquanto chupava o pau do meu marido... Depois me levaram para a cama... Meu marido me puxou para cima dele deixando meu rabinho totalmente arraganhado para o Alfredo... Ele nem pensou duas vezes, lubrificou o cacete e a entrada do meu buraquinho, encostou a cabecinha na entrada e começou a me penetrar lentamente... Foi forçando a entrada aos poucos... Eu me derretendo em orgasmos... Eu estava alucinada... arranhava e apartava meu marido que estava por baixo e chupava meus seios, enquanto forçava a bunda recebendo a pica toda no meu rabo... Queria mais...
Senti quando os dois me encheram de esperma... Ficamos na cama nos amassando e metendo durante longo tempo... Depois fomos para o banho... Debaixo do chuveiro comecei a chupar novamente os dois... Até que eles gozaram na minha boca... Eu engoli tudo lambendo bem para não perder nada.... Eles me convidaram para passar a noite com eles e eu lógico que aceitei... como não aceitaria?... Ficamos ainda de brincadeiras até dormimos de cansaço... No início da manhã senti um pau duro roçando minhas coxas e forçando a minha entrada...
Era o Alfredo que estava com a pica que nem uma estaca... Não podia deixar o coitado assim não é mesmo?... Me abri toda ele veio por cima e meteu até o saco em mim... Meu marido acordou com o movimento da cama e de pau duro aproveitou para enfiar tudo na minha boca indo até a goela... No meu ouvido cochichou que gostaria de enfiar os dois paus no mesmo buraco... Perguntou se eu já havia experimentado tal experiência... como se ele não soubesse... Lhe falei que não, então ele me acomodou sentada em cima do pau do nosso amigo, com a pica atolada até o cabo na minha chana e começou a me penetrar por trás no mesmo buraco... Era uma sensação estranha pois agasalhar duas picas na frente é difícil e dolorido, pois quando um entra o outro escapa... Mas fui me abrindo toda... Fui relaxando... coloquei tudo para dentro... Eles ficaram em um vai e vem dentro de mim por uma longo tempo... Aí meu marido me ajeitou ... Colocou o pau do Alfredo no meu cuzinho e veio por trás... Não acreditei ele ia tentar colocar os dois paus no meu rabo... Tentei fugir... mas eles me seguraram... ele foi se esfregando... eu fui me excitando... relaxando... os paus entraram um pouquinho.. era dolorido... sentia que iam me rasgar toda... achava que não ia conseguir aguentar tudo... eles estavam muito excitados com os meus gemidos e verdadeiros gritos de tesão...
Quando os cacetes começaram a entrar comecei a gozar violentamente... sentia que estava me desmanchando... nem senti quando relaxei o rabinho... Só percebi quando os dois estavam totalmente dentro de mim num vai e vem alucinante... Senti quando os dois gozaram forte... Me enchendo de porra que escorreu pelas minhas coxas... De manhã cedinho nosso amigo foi a um compromisso que havia marcado e eu fiquei na cama com meu "outro amante", que comeu novamente meu rabo então alargado. Nunca mais vi o Alfredo, mas sei que quando ele fala com meu marido comenta que adoraria voltar um dia para encontrar aquela "putinha" que tanto prazer lhe deu.
Que gostaria de repetir tudo que fizemos... Ou então de sair sozinho com ela... Sabe que as duas idéias são interessantes e eu também adoraria...

mulher que gosta de sexo

Sou mulher de 25 anos gosto muito de sexo sou solteira adoro sexo.

Minha primeira experiencia vai ser contada aki pra vcs.
Tinha 15 anos quando conheci um rapaz chamado Thiago
ele parecia que ficou afim de mim tbm fiquei com ele duas vezes ai na terceira ele me chamou pra passear eu fui no carro ele levantou minha saia e passou a mão na minha xoxotinha que já ficou molhadinha só de sentir a mão dele encostando ai ele falou asssim Mary vamos pra akele motel ali. Eu domada pelo tesão disse vamos meu gostoso saimos do estácionamento nos comendo com os olhos ele me pegou no colo entramos no quarto ai depois de ter entrado no quarto ele me jogou na cama levantou minha saia e falou deixa eu ver essa buceta gostosa
eu tirei a calcinha ele tirou minha blusa e começou a mamar feito um bezerro deamamado falou assim "lindinha me faz um boquete". fui la ... super afim de uma pica chupei até ele esporar na minha garaganta depois disso ele me comeu muito depois me levou pra banheiro da suite e falou "fica de quatro" na hora eu fiquei ele comeu meu cu, no inicio infiou a piça devagar e logo começei a gemer aquilo doía muito, era a minha primeira vez no cu, apos alguns minutos senti meu cu abrindo, esta alargando e se adaptando ao eneorme caralho que me estava a comer, deixou de doer e logo Thiago começou a bater com mais força, que eu me consegui vir umas tres ou quatro vezes, e Thiago não dava sinal de prazer, ja estavamos a transpirar por todo o lado quando ele me diz "abre bem este cu que te vou comer mais uma" e logo começei a sentir algo de quente a entrar , era ele que se estava a vir, ele deitou esporra con fartura, que acabou por sair do meu cu, de seguida ele me deu de novo o seu enorme caralho para a minha boca e apos umas estocas "engole tudinho" e uma grande jorrada de porra voltou a sair, ele deitava muita esporra, no outro dia ó alegria de contar pras amigas o que tinha acontecido
foi minha primeira vez
Ele era moreno forte a minha idade muito bonito assim que o vi na praça fiquei super afim dele

Casa de Contos Eroticos

Pagina dedicada ao contos eroticos